Distribuição das cartilhas

Prezados leitores,

Desde novembro de 2009 distribuo gratuitamente uma cartilha que auxilia pessoas e grupos que queiram se regularizar e aumentar as chances de atuação no terceiro setor, essa é a Cartilha 01, Como montar uma ONG.

As Cartilhas 02, Desenvolvimento Institucional, e a cartilha 03, Elaboração de Projetos Sociais, tem valor de R$ 39 e R$ 43, respectivamente, com desconto na aquisição das duas ao mesmo tempo.

Em janeiro de 2010, mudei-me para a Alemanha, mas não interrompi a distribuição das cartilhas. Já distribuí mais de 2 mil exemplares da cartilha 01, Como montar uma ONG, e continuo fazendo com satisfação.

As Cartilhas 02 e 03, apesar de terem valor, não me dão lucro algum. Meu trabalho é mais voluntário do que baseado em interesses comerciais, uma vez que não estou mais trabalhando na área e nem estou mais no Brasil.

Porque essas cartilhas tem um custo, apesar de serem arquivos digitais (pdf)?

1. Não recebi patrocínio para escrevê-las.
2. Também não é apoiado por nenhuma editora.
3. Distribuo muito mais a cartilha 01 do que as cartilhas 02 e 03. Essas não chegam nem a 10% do número da cartilha 01.
4. Conhecimento vale mais que papel. O fato de serem arquivos eletrônicos também facilita que sejam enviadas por email, me tirando o custo e o trabalho de enviá-las pelo correio. Eu não tenho apoio de terceiros para essa distribuição.
5. O conteúdo é referente a alguns anos de trabalho e experiência, preciso valorizar o meu trabalho.
6. Elas não foram escritas de uma dia para a noite. Custaram alguns meses de pesquisa, montagem, correção e dedicação.

Gostaria que os interessados no material, adquirissem-no pela contribuição social que ele tem e pela valorização do trabalho de alguém que decidiu dividir o conhecimento com outras pessoas.

Por estar também na Alemanha, estou recomeçando uma vida e me dedicando a outras atividades (como me tornar fluente em alemão), mas, mesmo assim e apesar de alguns atrasos em responder emails, mantenho essa atividade.

Então, peço desculpas se o seu email ainda não foi respondido. Ele irá.

Também peço desculpas se esse texto pareceu ofensivo. O número de emails que recebo me parabenizando pelo trabalho é superior àqueles que o questionam. Mas, ainda assim, sinto-me incomodada quando acontece.

Além disso, acho que devo satisfações à pessoas que aguardam ansiosas pelas cartilhas.

Agradeço a compreensão e paciência de todos.

Evelyne Leandro

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: