Um exemplo de Responsabilidade Social Individual

quinta-feira, 12 novembro, 2009

A responsabilidade social é o compromisso que se tem em agir com ética e transparência, respeitando os atores sociais e assumindo um compromisso com o desenvolvimento sustentável.

A responsabilidade social, porém, não é um ato que deve ser exigido apenas a empresas, governos e entidades do terceiro setor. Apesar de esses atores sociais terem uma grande participação no que acontece no mundo atualmente, são as pessoas que definem o rumo que as ações tomam no dia a dia.

Quando você decide não consumir mais sacolas plásticas, deixar o carro na garagem dois dias na semana, pesquisar melhor os candidatos das próximas eleições ou doar um pouco do seu tempo para atividades voluntárias, tanto você está exercendo a sua cidadania, como atuando de forma socialmente responsável. É a sua responsabilidade social individual, a que define quem você é e o mundo que você quer ter para si e para os outros.

Um bom exemplo de responsabilidade social que apresento hoje é o projeto realizado por Sandra Santos, dona do blog Mineirinha n’Alemanha. Lá ela escreve sobre a sua vida no país que escolheu como segunda morada, vivendo na Alemanha há mais de 15 anos.

Sem julgamentos e preconceitos, ela mostra como a vida em outro país funciona, dá dicas importantes para todos que desejam conhecer um pouco mais sobre política, economia, sociedade e cultura alemã, ajuda pessoas que desejam se tornar expatriados, e, acima de tudo, atua de forma a integrar Brasil e Alemanha promovendo encontros entre esses dois países, sendo na realização de um show de um cantor brasileiro em uma cidade na Alemanha, ou a divulgação de um evento alemão no Brasil.

Dando asas a esse trabalho de integração de estrangeiros e expatriados, a Mineirinha Sandra decidiu transformar o seu blog em livro, para fazer chegar a mais mãos a informação que ela disponibilizou em mais de seis anos na Internet. Mais informações sobre o livro aqui.

Conheci a Mineirinha pesquisando por pessoas que morassem na Alemanha, simpatizei-me com a sua forma de se expressar e hoje somos “correspondentes”. Fui leitora de seu livro e sou leitora de seu blog. Posso dizer que há muito conhecimento e informação para serem absorvidos.  Ela começou a sua responsabilidade social individual atingindo milhares de brasileiros que vivem ou viverão essa experiência de morar em outro país, apoiando o seu processo de adaptação e integração.

E você, qual a sua responsabilidade social?

Anúncios